Do hilário ao sinistro: a publicidade e o uso do humor para lidiar com o tabu da morte

Iranilton Marcolino Pereira, Josenildo Soares Bezerra

Resumen


Tomando como objeto de estudo peças publicitárias do Cemitério Morada da Paz, este artigo traz à tona reflexões sobre a abordagem da morte na propaganda destinada a vender planos funerários do Grupo Vila. O texto aborda o conflito entre o caráter sedutor da publicidade e as
características do mercado fúnebre, que lida com um tema tabu nas sociedades ocidentais, a morte. À luz das ideias de Bauman, Lipovetsky, Kóvacs, entre outros, o artigo procura relacionar as sensações despertadas pela publicidade nos consumidores, motores do mundo capitalista, com a evolução dos costumes e convenções no que diz respeito à morte, principalmente na sociedade ocidental.


Palabras clave


Publicidade; Morte; Fúnebre; Consumo.

Texto completo:

PDF

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.